terça-feira, 23 de agosto de 2011

Responsabilidade Ambiental e Social

Quem mora aqui há mais tempo e muitos daqueles que vieram de Porto Alegre, onde a coleta seletiva é uma prática rotineira há mais de 20 anos, vai se assombrar com a notícia e com a realidade que há algumas semanas estamos vivendo: o fim da coleta seletiva no nosso condomínio, mais especificamente na Fase 02.
Em março de 2010, contrariando a lógica mundial, a Prefeitura Municipal de Viamão, numa atitude unilateral resolveu terminar com a coleta seletiva porta a porta na cidade; na ocasião, como membro do Conselho Viamonense do Meio Ambiente, apresentamos uma moção e um conjunto de ações foram feitas a fim de não permitir que isso acontecesse, o caso acabou no Ministério Público e ainda hoje tramita, uma vez que a Lei 12305 de 02 de agosto de 2010 instituiu como obrigatória a coleta seletiva, tanto por sua função ambiental, com a reciclagem e reaproveitamento de recursos naturais, como social, pela política de geração de renda aos catadores. Especificamente no nosso caso, o Galpão da Estalagem, que recolhia o nosso lixo seletivo às terças, quintas e sábados, possui 09 famílias, em sua maioria chefiadas por mulheres, que tiram o seu sustento da triagem e venda desse material.
Bom, a despeito de tudo isso, há algumas semanas nossos resíduos (esse é o nome técnico correto de lixo) não vêm sendo recolhidos, pois o caminhão doado pela Prefeitura à Associação de Catadores (pela ação do MP) ainda não pode rodar pela cidade, pois não foram transferidos os documentos do mesmo. Entrei em contato com a Branca, líder do galpão e ela me comunicou que nosso lixo (desprezado por muitos) está fazendo muita falta para as famílias e me comprometi em mobilizar a nossa comunidade para buscar uma solução para isso; o que precisamos, neste momento é arrumar um meio de transporte para levar os resíduos até o galpão, além, é claro, de separar corretamente o lixo nosso de cada dia.
O Alexandre, síndico da Fase 04, numa demonstração clara de responsabilidade social e ambiental, já tem feito isso e vem garantindo um certo alívio para as famílias, mas nós, moradores da Fase 02 precisamos também fazer a nossa parte.
E aí, quem topa o desafio? teremos de arrumar uma logística de coleta nas casas e levar o recolhido no galpão, o que pode ser feito inclusive pela contratação de um caminhãozinho de frete.
O Grupo Mais Cantegril, consciente da nossa responsabilidade com o meio ambiente e também com o que acontece para além dos nosso muros vai encabeçar essa lista, se você conhece alguém que possa colaborar, qualquer ajuda será bem vinda!

7 comentários:

  1. O compromisso para com o meio ambiente é de todos nós.
    Sugiro que uma assembléia extraordinária seja convocada para definirmos uma das 2 opções abaixo:

    a) a terceirização deste serviço, enquanto a ação tramita no MP.
    Posteriormente, sugiro divulgação em massa que o serviço retornou bem como as datas e hora (turno) das coletas.
    Imagino 2 dias por semana ao invés de 3, uma caminhonete ou furgão passando em todas as ruas da fase 2 e levando os resíduos diretamente ao galpão dos catadores.

    b) o conserto e reforma - pela F2 - do veículo utilizado por estas pessoas que recolhem nossos resíduos.
    2 dias ou 3 por semana.
    Posteriormente, também divulgação em massa que o serviço retornou bem como as datas e hora (turno) das coletas.

    Rafael Mottola Rocha.
    Q30

    ResponderExcluir
  2. Marco Antônio Záchia Ayub24 de agosto de 2011 08:29

    Pois também fui tomado de espanto quando soube que não haveria mais coleta seletiva de resíduos sólidos na Fase 2. Isso depois de ter que amargar a ira em saber que a prefeitura de Viamão - na contra-mão da história - cancelou o serviço de coleta seletiva!
    Sim, concordo com os vizinhos: precisamos fazer alguma coisa concreta, eficaz e definitiva a respeito da coleta seletiva, separação de resíduos (óleo,pilhas, vidro, etc.) e sobre outros aspectos ligados a esta importante questão ambiental.
    Só para lembrá-los, até há bem pouco tempo não havia ratos no condomínio; hoje, com o extermínio dos seus predadores naturais (cobras, corujas,...), eles estão por aqui. Como todos sabem, os ratos seguem os passos de comunidades sujas; com eles chegam doenças importantes tais como a leptospirose e colera.
    Concordo com o Rafael. Acho que temos que solucionar esse problema agora, talvez ajudando o pessoal da coleta seletiva com o seu veículo, mas acho também que a comunidade deveria pensar em uma ação política mais direta junto à prefeitura de Viamão. Afinal, o exemplo do prefeito em retirar o serviço é um retrocesso absurdo. Ironico é que na placa do novo "pórtico" da cidade, ele vende Viamão como uma cidade de "paisagem e natureza exuberantes"... Piada!
    Contem comigo para resolvermos o problema.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Faz muitos meses que o lixo não é recolhido regularmente. Antes de deixar em frente da casa eu ligo para a Sra. Blanca, ultimamente ela fala com muito sentimento que estão impossibilitados de fazer a coleta devido ao seu veículo próprio estar quebrado e o da Prefeitura não disponível.
    Neste caso eu acho conveniente a Fase 02 também fazer a sua parte, eu acredito que todos os moradores concordariam com a Administração interferir junto aos catadores, tomar conhecimento dos orçamentos ou, até mesmo fazer uma doação para o conserto do carro. Esta atitude poderá ser mais adequada, estaríamos solucionando nosso problema e de um grupo de catadores.
    Cleci Tartaro -N1

    ResponderExcluir
  4. Também acho que o mais conveniente é vermos os orçamentos e fazermos uma doação para o conserto do carro.

    ResponderExcluir
  5. ola gente,temos uma saída.Poderímos inicialmente vender o nosso lixo, para um depósito que funciona na frente do superpedrali.Com o valor arrecadado poderiamos repassar para galpão da estalagem arrumar e legalizar o veículo.;O nome do dono do depósito é Roberto 92887430 não custa tentar,mas o síndico tem tomar a frente .abraços

    ResponderExcluir
  6. Todas essas informações deveriam ser disponibilizadas aos moradores pelo Síndico atual, o qual foi apoiado pelo grupo que administra a F2 há anos. Só estou sabendo disso pelo blog, o que é positivo, obviamente. O que é negativo é que a comunicação com os moradores, via administração, não se faça. Devem estar preocupados com coisas muito mais importantes, acredito. Enquanto isso, estou guardando(devidamente ensacado) o lixo reciclável no meu pátio. Cansei de colocar e recolher da frente da minha casa 3 vezes por semana, sem que ninguém me alertasse sobre os problemas com a prefeitura. Grato a vocês pelas informações. Não nos dispersemos: ano que vem tem eleições de novo.

    ResponderExcluir
  7. Bem...é realmente inexplicável que a Prefeitura de Viamão não se sensibilize com a situação. Quando pensamos que uma Prefeitura já está desenvolvendo ou aprimorando, esses e outros serviços, a informação é de que a coleta seletiva foi suspensa. É deprimente e até revoltante conviver com uma Prefeitura que tem a obrigação de atenter essa necessidade, que é básica, e acaba por optar pelo retrocesso, como já comentado. Ela já teve muito tempo para desenvolver e manter tais serviços. Concordo que buscar o MP foi uma boa iniciativa e concordo que uma pressão política deva ser feita. Não entendo, também, porque tais assuntos não sejam discutidos e resolvidos conjuntamente com todas as Fases do Condomínio. Sou da Fase IV e acompanho o blog. Embora todos entendam que os problemas são comuns, não somos capazes de pensar e agir juntos.
    Fui, acredito, o único morador da Fase IV que acompanhou a eleição do síndico da Fase II do início ao fim. Lembro-me que o assunto do recolhimento do lixo reciclável foi colocado em pauta no final da Assembléia. O ex-síndico resumiu-se em dizer que estava se esforçando mas, na minha opinião, o problema TEM QUE SER RESOLVIDO!!! Com todo o respeito e simpatia aos nossos queridos e guerreiros "ecochatos" (aos quais eu me incluo), fiquei extremamente decepcionado com a ausência de debates, na Assembléia, sobre questões ambientais.
    Existem outros problemas que PRECISAM ser enfrentados e resolvidos que passam por soluções buscadas em conjunto entre as Fases.
    Sabemos que as vezes a busca por soluções geram conflitos mas precisamos estar dispostos a encarar tais desafios e de forma organizada. Acho. inclusive, que devemos cobrar de nossas próprias administrações posturas que atuem nessa direção.
    Precisamos transformar debates, conversas, idéias e anseios em ações.
    Coloco-me igualmente a disposição.

    ResponderExcluir

Solicitamos que os comentários sejam assinados e identificados para serem postados;
Obrigado. Grupo MaisCantegril.